Um dia pra não esquecer

(Dedicado à minha amiga Valda Leal) Corro o risco de ser pedante, contando certas histórias pessoais. Corro, conscientemente. Nasci em um casebre, de uma mulher mãe de sete filhos, todos com diferenças de doze a dezoito meses entre si. Mas nasci mineiro, onde pululam corações generosos. Minha mãe viúva fez-se lavadeira de muitas trouxas imensas … Continue lendo Um dia pra não esquecer